Chá de Pata de Vaca: Receita Passo a Passo + Benefícios para Saúde

Publicidade

Hoje vamos falar sobre um chá, que apesar do nome curioso, engana pelos ingredientes: o chá de pata de vaca. Calma! Nenhum animal inocente precisará ser sacrificado para fazer este chá. Trata-se de uma árvore que recebeu esse nome devido ao formato de suas folhas, que justamente lembram as patas dos bovinos. Você já deve ter visto em algum lugar, pois apesar das propriedades medicinais, muitas pessoas usam a pata de vaca apenas para paisagismo (talvez não saibam que ela ajuda a tratar uma doença bem incômoda).

Pois bem, vamos esclarecer o mistério que cerca a planta vaca (estranho, mas engraçado de falar): a pata de vaca é muito conhecida na medicina popular no auxílio no tratamento do diabetes. O chá feito com essa planta, além de usado no combate a diabetes, também é diurético, redutor de colesterol e atua como um estimulante para o pâncreas, produzindo mais insulina e até mesmo auxiliando no crescimento.

Ultrapassando a sabedoria popular, foi cientificamente comprovado que a pata de vaca tem a real capacidade de diminuir os níveis de glicose no sangue. Outro benefício é que os componentes a planta ainda ajudam a diminuir os níveis sanguíneos de triglicerídeo e colesterol. O chá de pata de vaca é um ingrediente com alto potencial para a fabricação de medicamentos para tratar diabetes tipo 2.

Propriedades Medicinais para a Saúde

E olha só! Tudo isso é muito legal, certo? Mas, além disso, a pata de vaca possui outras propriedades popularmente conhecidas como:

  • Depurativa: ajuda na limpeza do organismo; algumas pessoas chamam isso de detox;
  • Analgésica: auxiliar a diminuir algumas dores, como de cabeça, muscular;
  • Anemia: ajuda a tratar anemia leve;
  • Trata doenças nos rins, vesícula, estômago, baço e fígado;
  • Diarreia; gota; hemofilia;
  • Também trata doenças do coração;
  • Doenças urinárias;
  • Estimula o apetite.

Mesmo sendo um remédio natural, é preciso cautela a hora de consumir o chá de pata de vaca. Não é porque saíram direto da natureza que você pode tomar duzentas vezes por dia, no café da manhã, almoço e jantar. Apesar das substâncias nas folhas responsáveis pelo efeito antidiabético, algumas outras podem apresentar efeitos negativos sobre o organismo, inclusive afetando o uso de outros remédios. Então, se você está fazendo um tratamento médico específico, usando outros medicamentos, tem alguma doença crônica ou grávida, não tome o chá sem o conhecimento do seu médico.

Conheça também o chá de pariri!

Receita Passo a Passo Fácil

Seu preparo é simples. A quantidade perfeita são duas folhas de pata de vaca para cada meia xícara de água. Em um recipiente, coloque a água e ferva; depois adicione as folhas – tem que estar picadas – e deixe repousar por dez minutos. O consumo máximo deve ser de no máximo três xícaras por dia. Você também pode usar essa receita em quantidades maiores para preparar um banho, já que é eficaz no tratamento de feridas, principalmente em diabéticos – eles possuem dificuldade de cicatrização – e deve ser repetido todo dia após a higienização da parte ferida, seja no banho ou em compressa.

Assim como um remédio comprado em farmácia, o chá de pata de vaca também possui contraindicações. Mulheres grávidas ou em fase de amamentação, pessoas com crises de hiperglicemia ou doenças crônicas não devem tomar o chá de pata de vaca. Apesar do tratamento natural, essa planta não deve ser usada como uma substituta do tratamento receitado pelo médico, mas sim como um complemento.

Mais um pouquinho sobre a planta: em algumas regiões do Brasil, ela é chamada de mão de vaca (?), pata de boi ou unha de boi;

  • Ela é uma planta 100% nacional;
  • Ela possui um tronco espinhoso e flores grandes, que geralmente são brancas ou avermelhadas (apesar dessa variação ser rara);
  • Seu nome científico é bauhinia foticata e é mais facilmente encontrada no Sul do Brasil;
  • Outros países também cultivam, como Paraguai, Uruguai e Argentina;
  • Ela atinge até seis metros de altura e suas folhas chegam a 15 cm de comprimento por 14 cm de largura. Ou seja, é uma GRANDE pata de vaca.

Cultivando

Se você pretende cultivar essa planta, já vamos avisando: tenha um bom espaço no quintal. Devido ao seu aspecto arbóreo, algumas chegam até 10 metros, portanto não é uma plantinha para deixar dentro de casa ou em um pequeno quintal coberto. Para plantar, você deve abrir um buraco bem fundo e preencher o espaço extra com terra preparada.

A areia perfeita é a grossa, com adubo orgânico. Essa planta precisa de uma boa drenagem;

No início da sua vida, a pata de vaca é sensível ao sol direto. Ela precisa de luz, porém em seu primeiro ano de vida evite um contato prolongado; ele pode acabar com o aspecto da planta. A rega deve ser feita todos os dias, principalmente nas épocas quentes e secas.

A pata de vaca aguenta climas frios e com geadas, ela se desenvolve melhor em temperaturas mais amenas. Além de possuir propriedades medicinais, ela é uma árvore muito ornamental; combina com jardins e recantos. Algumas cidades ao sul do país usam a pata de vaca para arborização de ruas, parques e praças.

Vale lembrar, como já dissemos em outros textos sobre plantas, que elas precisam de cuidado, carinho e atenção, assim como um animal de estimação. Não são apenas remédios ou adornos, mas seres vivos que precisam de dedicação para se desenvolver. Se você quer as folhas para um tratamento temporário, não recomendamos que compre uma muda ou um pé de pata de vaca para cuidar; vá até uma farmácia ou loja de produtos naturais e compre apenas a quantidade necessária. Se tiver um vizinho, amigo ou parente que pode ajudar, não hesite em pedir.

Você gostou desta receita? Como você prepara os seus chás? Compartilhe abaixo!

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar! :)