5 Chás Medicinais Bons para o Estômago (Limpar e Desinflamar)

Muitas pessoas sofrem com dores de estômago, seja por causa de gastrites, refluxos, azia, má digestão, prisão de ventre ou até mesmo úlceras. Pensando nisso, separamos algumas dicas de ervas, que preparadas na forma de chá, aliviam os sintomas e combatem esse mal. Conheça então algumas receitas que podem te ajudar a se livrar de desconfortos no estômago causados por algumas dessas doenças:

Chá de espinheira santaprotege as paredes estomacais
Chá de gengibre para gastritepropriedades termogênicas
Chá de malvaanti-inflamatório, anti-oxidante e adstringente
Chá de Alcaçuzcria uma camada protetora aos estômago
Chá de boldoefeito diurético e lexativo

1. Chá de espinheira santa para dores de estômago

Uma erva que fortalece o estômago e previne a formação de úlceras

natureza e benefícios

Nativa da região sul do Brasil, a espinheira santa é uma poderosa planta medicinal que age contra dores de estômago, gastrite, úlceras gástricas e intestinais, dispepsia, indigestão, constipação, azia, queimação e problemas no fígado. Rica em taninos, como epigalocatequina, e óleos essenciais, como fridenelol, essa erva tem poder cicatrizante e protege as paredes do estômago. Além disso, sua ação laxativa e diurética auxilia no emagrecimento, pois ajuda na melhora da digestão. Ficou interessado na espinheira santa? Conheça como fazer um chá para o estômago com essa planta:

Ingredientes:

  • 30g de folhas de espinheira santa;
  • 500ml de água.

Saiba como preparar:

Ferva a água e, ao alcançar fervura, deligue o fogo e adicione a erva. Deixe descansar por algum tempo, escorra com uma peneira e tome três xícaras ao dia no máximo. Prefira a erva fresca ou seca e evite o uso de sachês.

Consumir em excesso o chá dessa planta pode provocar náuseas, dores de cabeça, sonolência, tremor e dor nas articulações das mãos. Além disso, mulheres em período de amamentação ou grávidas não devem fazer uso da espinheira santa, pois ela tem propriedades abortivas e que fazem diminuir o fluxo de leite. Crianças menores de 10 anos também não devem tomar esse chá. Na dúvida, consulte o médico.

Imperdível:  Chá na Gravidez: Pode? Faz mal? Saiba Tudo!

2. Chá de gengibre para gastrite

Um poderoso alimento termogênico que auxilia no sistema digestivo

O gengibre é uma raiz eficaz contra várias doenças como dores de cabeça, bursite, dor de dente, problemas de menstruação, colesterol alto, tosses, além de azia, enjoo de gravidez, síndrome do intestino irritável, flatulência e náuseas. Vários estudos científicos feitos com o gengibre comprovaram a sua eficiência em tratar várias doenças, devido as suas propriedades anti-inflamatórias, antimicrobianas, antitumorais, anti-hipertensivas e antidiabéticas contidas em um dos principais componentes dessa raiz, o rizoma. Além disso, o gengibre ajuda a emagrecer, acelerando o metabolismo e diminui a dor muscular. Percebeu que o gengibre tem muitos benefícios? Conheça como fazer uma receita de chá para estômago com essa raiz:

quais especiarias usar
Gengibre

Ingredientes:

  • 01 Xícara de água;
  • 01 Colher de sopa de raiz de gengibre fresco e picado.

Saiba como preparar:

Ferva a água e quando estiver em ponto de ebulição, desligue o fogo. Acrescente o gengibre, tampe e deixe descansar por aproximadamente 10 minutos. Escorra com uma peneira e beba em seguida, se quiser, pode adicionar mel para dar mais sabor ao chá. O consumo recomendado dessa bebida é de 2 a 3 vezes por dia durante uma semana. Você também pode mastigar um pedaço pequeno de gengibre fresco para ajudar a tratar a gastrite.

3. Chá de malva para queimações estomacais

Suas propriedades calmantes e emolientes atuam no sistema digestivo

flor medicinal

Originária da Europa e disseminada para locais temperados e tropicais, a malva é indicada principalmente para o tratamento de doenças respiratórias, como asma, bronquite, tosse e faringite, por causa de suas propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes, adstringentes e diuréticas. Rica em vitaminas A, B1, B2 e C, flavonoides, mucilagem e carotenos, a malva também auxilia nos casos de úlceras, gastrites e outros males como dores e queimações estomacais devido as suas propriedades emolientes e calmantes. Quer cuidar do seu estômago com um chá de malva? Conheça como:

Imperdível:  5 Chás para Curar Rinite e Aliviar os Sintomas Rápido!

Ingredientes:

  • 02 Colheres de sopa de folhas de malva picadas;
  • 01 Xícara de chá de água.

Saiba como preparar:

Coloque a água no fogo e quando estiver em ponto de ebulição, desligue. Adicione a malva, tampe o recipiente e deixe repousando por cerca de 15 minutos. Escorra com uma peneira e tome uma xícara após as principais refeições.

A malva se transforma em glicose no sangue, por isso diabéticos não podem utilizá-la. Além disso, crianças só devem tomar chá dessa erva com prescrição médica.

4. Chá de Alcaçuz para gases e cólicas

Essa raiz ainda protege o estômago contra úlceras e gastrites

Anti-inflamatória, antioxidante e expectorante, a raiz do alcaçuz é utilizada para o tratamento de várias doenças, devido a substâncias presentes na planta, como flavonoides, polissacarídeos, fitoesterois, glicirrizina e aminoácidos, como a L-Asparaginina. Além disso, ingerir a raiz de alcaçuz na forma de chá, extrato seco encapsulado ou em pó, para ser misturado em sucos, faz com que o estômago receba uma camada protetora que evita úlceras, gastrites e outros males ao sistema digestivo, além disso, essa planta medicinal diminui a acidez estomacal, atenuando azias, gases e cólicas. Conheça como fazer o chá da raiz de alcaçuz para o estômago:

Benefícios do chá de alcachofra
Bule de vidro!

Ingredientes:

  • 250ml de água;
  • 01 Colher de sopa de raiz de alcaçuz.

Saiba como preparar:

Ferva a água junto com as raízes por aproximadamente 10 minutos. Desligue o fogo, tampe e deixe repousando por mais 5 minutos. Escorra com uma peneira e tome após as principais refeições do dia por no máximo 5 dias consecutivos.

O uso prolongado do alcaçuz pode elevar a pressão arterial, por isso o consumo dessa raiz não é recomendado para pessoas com problemas cardiovasculares e problemas renais, além de gestantes e hipertensos.

Imperdível:  Como Preparar Chás para Tosse Seca, Alérgica e Forte

5. Chá de boldo para azia e prisão de ventre

Um poderoso anti-inflamatório e diurético para tratar os males do estômago

no bule

Outra erva poderosa que não poderia faltar nessa lista para o estômago é o boldo-do-chile, uma planta medicinal com efeito diurético, laxante, antibiótico, anti-inflamatório, antioxidante, antifúngica e antibactericida. A boldina é um alcaloide presente nessa planta medicinal e sua função é desintoxicar, bem como ajudar a estimular o fluxo da bile, por isso o boldo-do-chile ameniza os efeitos causados pela ingestão exagerada de bebidas alcoólicas, auxilia no tratamento gastrites e problemas na vesícula biliar, e melhora o funcionamento do fígado. Sua suave ação laxativa diminui a prisão de ventre e a presença de gases, além disso, essa erva ajuda a tratar os sintomas da azia e da queimação por causa do seu efeito calmante. Poderoso o boldo-do-chile, não é mesmo? Saiba como fazer um chá com essa erva:

Ingredientes:

  • 01 Colher de sobremesa de folhas de boldo picadas ou um sachê;
  • 01 Xícara de chá de água.

Saiba como preparar:

Coloque a água no fogo e quando estiver em ponto de ebulição, desligue. Adicione o boldo em folhas ou sachê e tampe. Deixe descansar por cerca de 10 minutos. Depois disso, escorra com uma peneira e tome. Prefira tomar sem açúcar para não perder o efeito e não consuma em excesso, pois quando usado por longos períodos causa irritação gástrica.

O chá de boldo-do-chile não é recomendado para mulheres em período de gestação, pois ele possui propriedades abortivas e que causam hemorragias internas, podendo fazer mal ao bebê.

Gostou das nossas dicas de chás para estômago? Conhece mais alguma receita? Compartilha aqui com a gente!

como saber qual chá você deve tomar

Comente! Pergunte! Relate! Sugira!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *