Ervas Aromáticas para Chás: Dicas, Fotos, Tipos, Sugestões

Publicidade

Pensando em começar um plantio em casa? Nossa sugestão é de optar por ervas aromáticas. Além de fornecer uma linda área verde em sua decoração, pode-se desfrutar de um espaço com aroma agradável e seu próprio fornecimento de chá! Tudo natural, de baixo custo e dicas simples de decoração.

Dicas de ervas aromáticas para chá

São tantas escolhas, cada uma com seu aroma diferenciado e um excelente sabor para chá que a escolha é difícil mesmo. Você pode experimentar uma por dia, e a seguir, algumas sugestões.

  • Hortelã – sabe aquele sabor super refrescante de alguns sucos comprados em caixa? Vem da hortelã, erva simbolo da sabedoria. O seu sabor é agradável e é um ótimo chá relaxante para fim de tarde, final de dias agitados ou antes de dormir. O seu poder refrescante há muito foi descoberto pela indústria da beleza, por isso você encontra desde batons até sabonetes usando a planta como base. Para a saúde interna ajuda na liberação de saliva para quem tem boa seca (um problema crônico) e liberação de sucos gástricos, auxiliando portanto na digestão. O chá pode ser feito até mesmo com pedaços do caule da planta e quanto mais fresco for ingerido (minutos após o preparo), melhor.
  • Salsinha – além de ser um tempero maravilhoso, a folhagem de origem grega rende um chá diferenciado tanto no sabor como no aroma para a sua cozinha, sendo por isso preparado até mesmo para quem ama apenas sentir o cheiro da bebida antes de apreciar. É levemente amargo, por isso precisa ser ingerido com mel ou adoçante. Tem poderes anti oxidante e é uma boa fonte das vitaminas K e C, essenciais para imunidade do corpo.
  • Manjericão – o tempero indiano famoso no mundo todo é uma excelente fontes de nutrientes para o organismo. Tanto o chá como seu uso em pratos ajuda a diminuir flatulência, por isso é uma ótima dica de acréscimo no feijão ou tomar uma xícara de chá por dia. Pode ser feito quente e depois tomado gelado com cubos de gelado e mel que fica uma delícia.
  • Coentro – é um dos preferidos para cultivo em horta caseira por seu uso constante na cozinha. Mas você sabia que seu chá é um excelente calmante? Ajuda a regular a flora intestinal, acalma os nervos e também é anti oxidante, ajudando a eliminar os radicais livres, grandes responsáveis pelo envelhecimento da pele.
  • Chá verde – a popularidade da erva oriental já é amplamente conhecida no Brasil por seu poder de emagrecimento. Mas a planta tem muito mais benefícios a oferecer. O chá é excelente para reduzir a fome, melhorar a pele por eliminar os radicais livres, ajuda no processo digestivo e acelera o organismo, ajudando de verdade na perda de peso. Seu consumo não tem restrição, mas indicação é ficar com ao menos seis xícaras por dia para não sobrecarregar os rins. O sabor também é sua agradável e poucas são as pessoas que adoçam a bebida.
  • Artemisa – pode ser usada para tempero e chá e tem poder cicatrizante. A dica é usar para diminuir a dor em doenças crônicas como artrite, artrose e tendinite. Também ajuda a aliviar a dor de cabeça e até o estresse. O chá pode ser tomado em qualquer hora do dia e não altera o sono, com preferência pela bebida quente pelo sabor e ainda fresco. O aroma quando usado em temperos deixa os pratos muito mais convidativos.

Como plantar evas aromáticas para chá em casa

Há diversos formatos de projetos bem simples de executar. O essencial é um espaço com luz ao menos por algumas horas do dia, por isso quintais e varandas são os locais mais selecionados. Há ainda a necessidade de um espaço para regagem e que a água possa escorrer do vaso, por isso um jardim de ervas dentro de casa apenas se tiver um sistema que não suje o espaço.

Os vasos usados não precisam ser grandes, as ervas tem raízes curtas. Mas devem ser furados para escorrer a água na regagem. E para vasos há diversas ideias, desde os comprados prontos em plástico e barro até utilizar garrafas pet, latinhas de leite, dentre outras ideias legais. Reciclagem anda na moda e gera resultados super interessantes, além de ajudar o meio ambiente.

Escolha as ervas tanto de acordo com seu aroma, uso e clima. Algumas ervas aromáticas indianas não vão desenvolver bem em sua cidade, em especial quando o clima é quente demais para uma origem em terreno frio. Fique com as que possam se sair bem em sua terra, pesquise um pouco. A regagem deve ser feita diariamente e para garantir folhas sempre verdes, o uso de um borrifador é essencial. Pode-se plantar tanto a partir de mudas (mais simples) como por sementes. Com a adubagem adequada, as duas formas desenvolvem muito bem no plantio caseiro. A adubagem mensal ou quinzenal é essencial para o bom desenvolvimento da planta.

Deixe seu comentário sobre qual erva você mais gosta!

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar! :)