Dica de Chá para Cistite: Crônica, Infantil, na Gravidez

Publicidade

Conheça opções e recomendações sobre chá para cistite

A cistite é o nome pelo qual é conhecida a infecção urinária. Ela tem origem bacteriana e se instala na região da bexiga, podendo causar dor, desconforto e muito incômodo. Além da vontade excessiva de fazer xixi sem que realmente aconteça algo, a cistite também pode levar à ardência, dores no abdômen e até mesmo febre.

Ao mesmo tempo, muitas mulheres não desejam utilizar remédios tradicionais para curar o problema, especialmente aquelas que sofrem com o problema de maneira recorrente e crônica. Nesses casos, uma possibilidade inclui tomar o chá para cistite como forma de conseguir se livrar dessa situação. A seguir, você vai conhecer alguns chás para o problema e, principalmente, vai ter acesso a recomendações para sua saúde. Confira!

Quais os chás recomendados?

Dentre os remédios naturais para a cistite, os chás se destacam por apresentarem propriedades de efeito rápido, seguro e que ajuda a diminuir ou mesmo eliminar completamente os sintomas dessa condição. Dentre as opções de chá para cistite estão:

* Chá de cavalinha

O chá para cistite mais conhecido e difundido é o chá de cavalinha. Essa bebida é recomendada porque ela é especialmente utilizada para tratar problemas do trato urinário. Sendo a cistite um tipo de problema da região, portanto, faz sentido ingerir a bebida.

Nesse caso, é preciso juntar uma colher de sopa de folhas secas de cavalinha a uma xícara de água fervente. Em seguida, o recipiente deve ficar tampado por cerca de cinco minutos e, então, consumido imediatamente após coar. O recomendado é ingerir a bebida a cada duas horas no caso de uma cistite aguda ou três vezes por dia se o caso for crônico.

* Chá de hortelã

O chá de hortelã é um dos poucos que é composto por ervas que pode ser utilizado como tratamento para a cistite. Nesse caso, é preciso que o chá seja utilizado sozinho, sem a adição de qualquer outra erva medicinal complementar.

Para essa preparação, acrescente uma colher de sopa rasa de folhas secas de hortelã ao fundo de uma xícara e complete o recipiente com água fervente. Na sequência, tampe por 10 minutos, coe e beba em seguida. É um chá que pode ser consumido durante a gravidez, mas que exige cuidados da mesma forma.

* Chá de limão

Embora ele ofereça acidez, o limão é uma fruta que tem ótimo valor para quem deseja se ver livre do incômodo da cistite. Para o caso, o chá de limão deve ser preparado de uma maneira pouco tradicional.

Assim, ferva o correspondente a 60 ml de água e, quando o líquido estiver mais ou menos morna, esprema o suco de um limão. Beba em seguida, sem adoçar, e repita essa operação a cada duas horas.

* Chá de salsa

A salsa tem propriedades diuréticas, o que ajuda na “lavagem” do trato urinário e, portanto, no combate à cistite de maneira geral. Ela também tem uma propriedade bactericida, então é uma opção conveniente para tratar desse tipo de infecção.

Salsa

Para preparar, misture cerca de duas colheres de café de salsa fresca a uma xícara de água fervente. Tampe o recipiente e deixe que ele amorne por cerca de 10 minutos. Em seguida, coe e beba o chá, o qual deve ser ingerido a cada 3 horas.

* Chá de camomila

O chá de camomila é conhecido por suas propriedades calmantes naturais e até mesmo por clarear os cabelos, mas a verdade é que no caso da cistite sua ingestão não é indicada.

Em vez disso, o chá de camomila serve como uma solução para fazer uma espécie de banho de assento.

Para isso, misture seis colheres de sopa de camomila a um litro de água e ferva até que comece a sair vapor. Tampe a panela por cinco minutos e, quando a temperatura estiver tolerável, ela deve ser coada em uma bacia. A seguir, você deve ficar com a região íntima nesse chá, sentada na bacia, por cerca de meia hora ou até que a bebida esfrie, o que acontecer primeiro.

Quais chás evitar?

Embora chás pareçam uma solução pertinente para qualquer caso de saúde, eles são contraindicados em alguns casos – e a cistite é um bom exemplo. Dependendo do chá que você ingerir, você pode tornar a sua situação ainda mais grave, levando a mais sintomas e a mais sensação de incômodo.

Chás com muita cafeína, como o chá verde, estimulam a infecção em vez de ajudar a controlá-la. Chá preto e mesmo o chá branco também não ajudam a situação, assim como chás feitos com a maioria das ervas. Chá de melissa, de erva cidreira e de carqueja são exemplos de bebidas que devem ser completamente riscadas se a infecção urinária faz parte do seu problema atual.

Quais cuidados tomar?

Além de evitar alguns chás, você vai precisar tomar alguns cuidados em relação à cistite. O primeiro deles é que o chá escolhido deverá ser ingerido na frequência indicada ou então há o risco de a infecção ficar ainda mais forte.

Também é importante que os chás sejam consumidos quentes ou mornos, já que manter a temperatura na região da barriga, fisicamente falando, é uma das recomendações para aliviar os sintomas.

Outra questão importante é que, além do chá para cistite, é preciso beber muita água. Nessa condição, se torna ainda mais indispensável ingerir pelo menos dois litros de água diariamente ou do contrário os sintomas só ficarão piores.

E por falar em piora da situação é importante ter em mente que a cistite normalmente não leva a quadros mais graves, mas pode ser indicadora de que algo na sua saúde não vai bem. Por isso, vale a pena conversar com o seu médico antes de começar com a ingestão de qualquer bebida para conferir se está tudo bem com o seu organismo.

As diferentes opções de chá para cistite incluem até mesmo um banho de assento para garantir que você possa ter conforto e saúde novamente. Antes de sair por aí bebendo qualquer chá, entretanto, dê preferência àqueles com propriedades diuréticas e fuja dos com muita cafeína. Além disso, não abra mão de se consultar com um médico para garantir a saúde.

Tem dúvidas? Comente!

2 Comments

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar! :)