Chá de Tília: Para que Serve? Benefícios + Receita Passo a Passo!

Saiba tudo sobre o chá de tília

A tília é uma flor pequena, branca e delicada que dá em uma árvore frondosa e que se destaca. Apesar de ela aparecer mais comumente em áreas de clima temperado, ela também pode ser encontrada no Brasil sem grandes dificuldades.

Além da sua beleza, ela é utilizada para diversas outras funções. Cosméticos, como xampus, aproveitam suas propriedades para conseguir resultados melhores. Além disso, ela também pode ser utilizada na forma de chá.

De fato, o chá de tília é um remédio natural repleto de propriedades e que pode trazer o alívio de sintomas variados. A seguir, veja mais sobre essa bebida e entenda por que ela é popular!

Quais são os benefícios do chá de tília? Propriedades para Saúde

O chá de tília tem algumas propriedades que ajudam desde quadros mais severos até questões mais simples. Consumido dentro da dose adequada, ele apresenta propriedades e benefícios como:

Ajuda a relaxar a musculatura

A tília tem propriedades relaxantes, que permitem que os músculos fiquem menos facilmente contraídos. Isso ajuda, por exemplo, a eliminar tensões e dores musculares. Quem sofre com o cansaço muscular normalmente consegue sentir um alívio importante desse tipo de condição.

Quem sofre com problemas respiratórios também consegue ter um alívio importante. Como os vasos sanguíneos pulmonares ficam mais relaxados, o ar circula de maneira mais fácil. Como a troca gasosa acontecendo de maneira mais simples, o resultado vem na forma de respiração melhor e mais dentro da normalidade.

Conta com propriedades antiespasmódicas

O fato de relaxar os músculos também ajuda a evitar problemas ligados aos espasmos. As contrações involuntárias dos músculos são aliviadas, diminuindo a intensidade de problemas como dores e cãibras.

Além disso, a propriedade é especialmente necessária para quem está com algum tipo de tosse. Ela ajuda a diminuir a intensidade da tosse e evita o cansaço muscular, principalmente na região do diafragma, que é causado pela repetição de movimentos.

Atua como vasodilatador

Como relaxa os músculos, essa bebida colabora para deixar os valos mais dilatados — ou seja, ele é um vasodilatador. Isso significa que o sangue corre mais facilmente pelas veias e artérias, de modo a melhorar a oxigenação.

Além disso, a pressão arterial também diminui, o que é importante para hipertensos. No caso do coração, o músculo precisa trabalhar menos para bombear o sangue, o que ajuda a evitar cardiopatias diversas.

Tem ação expectorante

Ainda falando em problemas respiratórios, é comum que quem passa por isso reclame de sintomas como muco acumulado e catarro em geral. Isso é incômodo e também dificulta a recuperação do sistema.

O chá de tília, por sua vez, age como expectorante. Devido à sua ação no organismo, ele colabora para que o corpo expulse todos esses elementos. Isso torna mais fácil curar-se de gripes, resfriados e outros possíveis problemas do tipo.

Diminui a intensidade da febre

Como tem efeito vasodilatador, o chá melhora a circulação de sangue e favorece a troca gasosa, Com isso, ele ajuda a diminuir a intensidade da febre de uma maneira geral, o que é importante até mesmo para a segurança.

Ele também tem propriedades conhecidas como diaforéticas. Uma substância que seja desse tipo é capaz de estimular a transpiração no organismo. O suor, por sua vez, ajuda o corpo a baixar a temperatura pela troca de calor. Assim, seu consumo alivia a baixar a febre, enquanto trata os possíveis sintomas que levam a esse quadro.

Melhora problemas nervosos

O chá de tília é especialmente conhecido por sua atuação em problemas nervosos. Em primeiro lugar, ele é capaz de aumentar o relaxamento dos músculos, de modo a diminuir os níveis de estresse e garantir uma maior sensação de calma.

Além disso, ele tem propriedades antidepressivas e que também diminuem e controlam a intensidade. Como consequência, a saúde psicológica fica especialmente favorecida. Embora não seja um tratamento definitivo, é um bom complemento — e totalmente natural — para quem sofre com esse tipo de problema.

De quebra, isso favorece o tratamento da insônia e ainda melhora a qualidade de vida em geral.

Como preparar esse chá? Receita!

Uma das formas de preparar esse chá é acrescentando duas colheres de sopa das flores de tília a um litro de água. Leve a fogo baixo e deixe que a mistura aqueça até levantar fervura.

Ao atingir esse ponto, imediatamente desligue o fogo, tampe a panela ou chaleira e deixe a bebida abafada por 10 minutos. Passado o tempo, coe o líquido e beba de duas a três xícaras por dia.

A outra forma de preparar a bebida é realizando uma infusão com as flores. Para isso, ferva o correspondente a uma xícara de água e, com a água bem quente, acrescente uma colher de sopa das flores. Tampe por dez minutos e beba em seguida, ainda morno.

É fundamental que as folhas estejam tão frescas quanto possível. A preparação com flores muito velhas ou muito secas pode causar reações adversas, como problemas na pele e irritação nos olhos.

Também não é recomendado utilizar nenhuma outra parte da planta que não as suas flores, já que essas propriedades são encontradas, especificamente, com a preparação feita com essa parte.

Quais são as contraindicações?

Uma das contraindicações principais é que essa bebida não deve ser utilizada por um tempo prolongado e nem tampouco em quantidades acima da recomendada. O melhor é investir no consumo alterado e espaçado da bebida.

Ela também é contraindicada para gestantes e lactantes, assim como pessoas com reações alérgicas ou que estejam fazendo tratamentos com medicamentos fortes. Quem tiver problemas biliares e/ou estiver tomando anticoagulante também deve evitar a bebida devido à sua ação vasodilatadora.

O consumo excessivo pode gerar náuseas, vômitos e até mesmo uma sensação de relaxamento excessiva, levando à letargia. Por isso, tome cuidado.

O chá de tília é uma bebida poderosa tanto para problemas físicos, quanto psicológicos. Apesar disso, ele não substitui um tratamento tradicional e nem deve ser tomado sem indicação. Para não colocar a sua saúde em risco, procure um médico e converse sobre a possibilidade de incorporar o consumo da bebida à sua rotina.

Ainda tem alguma dúvida sobre o assunto? Conte para a gente nos comentários!

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar! :)