Chá de Santo Daime: O Que É, Religião, Ayahuasca

Conheça mais sobre o chá de santo Daime, bebida amazônica alucinógena

A doutrina Santo Daime foi fundada no norte do país na década de 1960. De lá para cá, essa doutrina – erroneamente tratada simplesmente como uma seita – vem gerando curiosidade em diversos estados e países.

sobre a doutrina

Com isso, as igrejas dessa doutrina se espalharam, assim como o consumo da bebida mais famosa: o chá de Santo Daime. Polêmico e ainda desconhecido, esse chá tem propriedades surpreendentes. A seguir, entenda mais sobre essa bebida.

Do que é feito o chá de Santo Daime?

do que é feito

O chá de Santo Daime é também conhecido como ayahuasca, nome devido à sua forte origem indígena. Ele é obtido por meio da mistura de duas plantas encontradas na Amazônia: o arbusto cacrona ou folha rainha e o cipó jagube.

Juntas, essas plantas formam um líquido de cor terrosa e gosto amargo que é ingerido principalmente em cerimônias religiosas que fazem parte da doutrina de mesmo nome.

A preparação acontece em várias etapas e pode demorar até um dia para que os participantes possam ingerir a bebida, o que é feito em pequenas doses.

Onde é possível encontrar o chá de Santo Daime?

onde encontrar

Por exigir uma preparação muito específica e demorada, o chá de Santo Daime só é encontrado nos locais em que acontecem as reuniões religiosas do Santo Daime.

Ainda assim, não são todas as pessoas que podem ingerir a bebida ou a qualquer tempo. Novos membros precisam ser imersos dentro da doutrina de modo que possam ser capacitados, por merecimento, para ingerir a bebida.

Isso significa dizer que não é um chá como os outros, em que se pode comprá-lo pronto em saquinhos ou mesmo fazê-lo a partir da reunião de suas folhas, em casa. O processo é muito mais complexo e internalizado, exigindo uma imersão em uma experiência completamente distinta.

Quais são os efeitos do chá de Santo Daime?

efeitos da bebida

Talvez você esteja se perguntando o porquê de as pessoas beberem o chá de Santo Daime. A resposta é simples: devido ao seu caráter de ser um instrumento para a doutrina que o baseia. Isso se deve principalmente a efeitos como:

· Efeitos alucinógenos

Uma das maiores características desse chá consiste justamente no fato de ele ser uma bebida com alto poder alucinógeno. Devido a uma substância presente nessas folhas, o cérebro começa a ter estímulos diferenciados, o que leva à sensação de alucinação.

Embora cada pessoa reaja de um jeito, é bastante comum a observação de visões, mudanças na percepção de luzes e sons do ambiente por parte de quem consome esse tipo de chá.

Em alguns casos, o efeito pode durar apenas algumas horas, mas em outros pode chegar a durar de 24 a 48 horas, dependendo da situação e da quantidade ingerida.

sensação de bem estar

· Sensação de bem-estar

Depois da sensação inicial de alucinação, muitas pessoas relatam terem sentido uma sensação de bem-estar, de comunhão e aproximação. Em parte isso se deve aos impactos cognitivos causados por essa bebida, mas em parte isso também se deve a toda a doutrina que existe por trás da ingestão dessa bebida.

Além disso, esse chá também parece ter algum tipo de atuação sobre a captação e circulação de serotonina no organismo, que é responsável por garantir a sensação de felicidade e bem-estar.

Como há mais dessa substância circulando, o resultado é que o chá pode, inclusive, ter impactos em quadros de depressão.

Chá de Santo Daime

· Náuseas e diarreia

Para muitas pessoas, o sabor amargo da bebida e a combinação fermentada de duas ervas amazônicas gera uma combinação que causa certo tipo de irritação no sistema digestivo e intestinal.

Por causa disso, não é incomum notar efeitos como náuseas, vômitos e diarreias, especialmente entre aqueles que tomam o chá pela primeira vez.

alteração da percepção

· Alteração de percepção

Comprovadamente, esse chá também é responsável por gerar uma alteração de percepção, expandindo-a e tornando diferente do que estamos acostumados. Isso gera um campo mais amplo para quem ingere esse chá, que frequentemente experimenta insights e pensamentos fora de sua rotina.

Isso gera, inclusive, um estado de autoconhecimento e de entendimento e de reflexão, embora isso já parta para um campo mais abstrato de toda a experiência. A verdade é que quem toma esse tipo de chá se sente modificado seja pela própria bebida, seja pela experiência como um todo.

Há comprovações científicas de sua atuação contra a dependência?

comprovações científicas

Atualmente, o chá de Santo Daime também tem sido utilizado em clínicas de tratamento contra a dependência química. Nesses casos, o paciente é internado e toma esse tipo de chá como uma forma de se ver livre da cura.

Embora a reincidência seja menor entre quem toma esse chá em relação a quem faz tratamentos convencionais, a verdade é que não existe qualquer comprovação científica sobre a ingestão dessa bebida e a “cura” para a dependência química.

Muitos pesquisadores, inclusive, acreditam se tratar de uma espécie de efeito placebo. Outros, atribuem o fato ao ainda desconhecido efeito sobre a depressão, já que muitas vezes a dependência química é um fator psicológico e não necessariamente químico ou físico.

Por que há tanta controvérsia sobre esse chá?

principais polêmicas

A verdade é que poucas coisas são tão controversas contra o chá de Santo Daime, o qual já teve sua comercialização proibida pelos órgãos reguladores do Brasil.

A primeira controversa diz respeito à falta de estudos determinantes sobre essa bebida, o que leva à falta de comprovação sobre seus efeitos ou análises de seus potenciais riscos. Além disso, o efeito alucinógeno cria um debate que tenta delimitar se isso faz da bebida uma droga ilegal, como a maconha, ou não.

A maior controversa, entretanto, diz respeito à própria resposta do indivíduo. Em um estado de alucinação e consciência ampliada o individuo se torna relativamente incapaz de tomar suas próprias decisões, o que, por si só, tem um potencial bastante perigoso.

tudo sobre

A existência de casos como o Carlos Eduardo Nunes, assassino confesso do cartunista Glauco Vilas Boas e de seu filho, e de Rian Brito, neto de Chico Anysio, que morreu em uma praia depois de supostamente ter ingerido a bebida, só reforçam a ideia sobre essa bebida.

O chá de Santo Daime é uma bebida igualmente poderosa e polêmica, gerando debates por onde passa. Embora não seja possível consumi-la como qualquer outro chá, vale a pena conhecer um pouco mais sobre essa bebida para se informar e tirar suas próprias conclusões sobre o assunto.

Tem dúvidas? Comente abaixo!

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar! :)